quarta-feira, 16 de maio de 2012

Eu tentei, juro!

Eu fugi. Sim, eu não queria te ver, cruzar com você, bater de frente com os seus olhos gigantes. Mas me fala: de que adiantou? Parece que quanto mais desejo me esconder de você, mais você se mostra a mim como uma aparição vinda de um sonho lindo, perfumado, azul. Eu fiz de tudo pra não te achar, pra você não me achar. Eu guardei o celular na gaveta e você bateu na porta. Eu criei asas e voei, mas você estava no céu (era a lua, era lua cheia). Eu saí correndo, quis viajar, mudar de ares... Senti seu cheiro vindo no vento. Fechei os olhos pra não te ver, mas você me chamou.

Um comentário:

  1. É melhor encarar. Nem sempre fugir é a solução.
    Ótima semana. =)

    ResponderExcluir